quinta-feira, 17 de novembro de 2016

MÃE ENTREGA FILHO QUE MATOU PASTOR

“Já perdoei e já orei muito, para Deus guardar essa alma. Eu sei que muitas pessoas até ficam revoltadas não entendem esse momento, mas temos muito amor pela alma. Meu marido morreu pelo amor pela alma, resgatando uma vida” __Palavras da viúva do pastor Marco Aurélio Bezerra (Ass. de Deus Missão Sem Fronteiras),48, morto por um traficante adolescente na favela do Gogó da Ema,Belford Roxo,no Rio.  A mãe entregou o assassino pra polícia ,já temendo que os próprios traficantes detonem  com ele. É que o pastor era muito conhecido  na comunidade e fazia um trabalho ali já há 20 anos de evangelismo e no  social.

O bandido confundiu o pastor com um policial e não hesitou  em atirar nele.É ele quem conta pra polícia:“[O pastor] estava mostrando umas fotos de outros traficantes que trabalharam com ele no trabalho de recuperação só que num dado momento ele olhou para dentro do carro que o pastor estava e viu um objeto preto brilhoso e ele achou que era um fuzil e achou que o pastor era um policial. Então ele pegou a arma e já efetuou os disparos contra o pastor sem falar nada”, diz ele sem demonstrar arrependimento.

O corpo do pastor  foi enterrado domingo, 13 de Novembro.Jeremias ,seu filho ,diz?
 “A gente não vai parar não. É o exemplo do meu pai. Missão dada é missão cumprida”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário