quinta-feira, 3 de agosto de 2017

INTERVENÇÃO MILITAR SÓ SE FOR PELO ART 1º DA CONSTITUIÇÃO

NÃO BASTA UMA INTERVENÇÃO MILITAR POR 90 DIAS APENAS!Queremos intervenção,mas pelo ARTIGO 1º da Constituição, QUE DÁ SOBERANIA AO POVO PRA DECIDIR,e ñ pelo artigo 174,ONDE QUEM DECIDE É OU O EXECUTIVO, OU LEGISLATIVO, OU JUDICIÁRIO.  Armadilha comunista!

SIMONE PATRIOTA  tem informações preciosas pra nós,e diz no Face:



"Prezado Mauricio, como disse é louvável sua preocupação. Só que não há nenhum projeto para cancelar as urnas. E mesmo que haja o comprovante impresso, este não fica com o eleitor. Persiste ainda o vício de fraude nas transmissões de informações. Além do mais, o que conta não é quem vota e sim quem conta os votos. Meu caro Mauricio, o sistema eleitoral é todo corrupto. Sim você tem  tudo, subrazão, ainda somos a minoria gritando por intervenção. Mas é porque a mídia mascara a vontade do povo com pesquisas fraudulentas, ampliando a voz da esquerda, quando ela sim, é a minoria. Entenda, Mauricio, não importa você ir lá em 2018 votar, NÃO FARÁ DIFERENÇA. Eu votarei em Bolsonaro caso haja eleições. Mas e daí. Você acredita realmente que o Bolsonaro irá ganhar, preste atenção na manipulação das mídias. Você já parou para pensar que a ilusão de Bolsonaro presidente, não passa disso? O ouro de tolo, uma vã esperança de que o povo pode se salvar nas urnas, enquanto a esquerda dá o golpe fatal com sua pseudo democracia que nada mais é do que o golpe da Ursal? Peço que vc tenha a paciência e leia os seguintes textos: O grande dilema entre uma intervenção pelo art. 142 e a intervenção pelo art. 1º da Constituição Comunista de 88. Qual vocês escolheriam? Vocês sabem a diferença entre ambos?



Vocês sabem qual é a armadilha no art. 142 (leia-se, Cavalo de Tróia) para o povo brasileiro, que deseja o retorno dos militares, com vistas a sanarem todas as mazelas físicas e morais, causadas por esses socialistas gafanhotos, durante esses 32 anos de governos civis? Não??? Então vamos a ela...

Pois bem, vou dar a minha humilde opinião, com base em meu conhecimento sobre a Constituição Federal/88, antes que os flautistas de Hamelin conduzam nossos incautos amigos para o precipício.

O que nos interessa no art. 142? Interessa-nos exatamente aquilo que o General Villas Bôas respondeu, quando indagado “O que as FFAA fariam?”. As palavras dele foram taxativas - ”Leiam o art. 142!”...

SÓ FUNCIONA DE FATO,PELO ART 1º DA CONST.
E o que diz, exatamente, o art. 142? O que tem de importante nesse artigo? Por que o uso dele por muitos grupos supostamente “intervencionistas”? Será que querem usar as Forças Amadas como faxineiras para depois usurparem o poder, trocando 6 por ½ dúzia?

A frase central que diz o que as FFAA significam para nós, intervencionistas, é: “São instituições Nacionais e Permanente”, ou seja, servem ao Estado e não ao governo, sua razão de existir é para servir ao povo brasileiros, ao povo soberano. Depois, no mesmo caput do artigo, diz:

“Destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos Poderes Constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.”

Entenderam até aqui? Só que tem uma pegadinha nesse caput, logo no finalzinho, quando diz que por iniciativa de qualquer destes (executivo, legislativo e Judiciário) e não do povo. E NÃO DO POVO!

Já o art. 1º, nos garante o Poder Soberano, o poder constituinte de fazer valer a vontade Soberana de nosso povo.

Entregar a Intervenção Militar nas mãos dos 3 Podres Poderes, totalmente aparelhados, com base no art. 142, é renunciar ao Poder que o art. 1º nos garante.

Eu não sei quanto a vocês ou outros intervencionistas, que marcham para cá e para lá, sem ter certeza de nada, eu estou certa que não quero uma intervenção meia boca, que em 90 dias, por força de lei do art. 142, combinado com o art. 81, lhes darão o poder de convocar novas eleições, sem tempo para que, as instituições Forças Armadas, iniciem o processo de Intervir, Investigar, Julgar, Condenar, Revogar Leis e Decretos Inconstitucionais contra o nosso povo, Estornar para os cofres públicos, através de processos lícitos, todo o dinheiro roubado, que se encontram em paraísos fiscais e muito menos desaparelhar todas as instituições destruidoras da moral, da família e da pátria, como a Educação.

Alguém aqui acredita que em apenas 90 dias as Forças Armadas poderão extirpar o câncer da bandidagem, doutrinação marxista e ameaças graves à nossa soberania?
Eu não, meus caros! Se todos nós, patriotas verdadeiros, amantes desta gloriosa Nação, formos em peso para as portas dos quartéis, exigindo que se cumpra o art. 1º da Constituição, seríamos nós os senhores do destino deste país, pois as FFAA, se respaldarão pela legitimidade que lhes concederemos, poderiam assumir o poder, indeterminadamente, até que seja restaurada a ordem, a moral, o progresso e a
grandeza de Nossa Pátria Mãe Gentil, que está sendo, miseravelmente, vilipendiada por víboras sedentas de poder e destruição.


Fica aqui o meu alerta, acordem e conheçam a verdade, pois só ela é libertadora!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário