quarta-feira, 1 de junho de 2016

TEATRO PORNÔ GOSPEL AGRIDE MALAFAIA E NÓS.

Duvido um cara desse ter coragem de atacar a lei ROUBANET,ou atacar caetano, gilberto gil,Luan Santana,Ivete,e tantos outros cantores, atores e que vem sendo "benefi$$$iados$" pelos milhões da benéfica lei Roubanet! Devem receber tb,por isso jamais dirão algo contra.  Mas em Curitiba,um peça de teatro por nome Pornô Gospel  causa já bastante polêmica.'Atores" ali fazem sátira com a política dali, e com líderes evangélicos do país.
A peça que está em cartaz desde 19 de maio, anuncia:“Uma Farsa Teatral Baseada em Fatos Reais"
Tudo acontece em  Paradise City, e a sinopse da peça diz: “Uma cidade perfeita com moradores perfeitos...Após uma catástrofe na Cidade Vizinha recebe milhares de pessoas diferente...É ano de eleição para a prefeitura da cidade, a deputada e candidata do Partido Missionário do Senhor, Holly Holla Cristy tenta conseguir apoio com o famoso comunicador do Senhor, o apresentador de TV e pastor Jair Malagaia. Ela luta pela moral, bons costumes e exclusão de toda situação que possa macular a imagem da cidade. Ele, empresário de sucesso, carismático e atraente prega os princípios da moralidade calcado na cura das perversões através de seus produtos gospeis"
Uma coleta de assinaturas em moção de repúdio está sendo levantada por um vereador do PSC,Tiago Gevert,que vai além e diz que há intolerância por parte dos atores ao gênero musical evangélico.O vereador diz mais: “Enquanto o tema da Marcha para Jesus deste ano [Somos o povo da cruz] gerou polêmica e alguns promotores se sentiram ofendidos, poucos dias depois nos deparamos com uma obscenidade, traduzida no título de uma peça teatral e mascarada com o conceito de arte para, aí sim, demonstrar total intolerância religiosa. Esta peça, em cartaz no Teatro Guaíra, deveria ser proibida pelo título profano e pelo texto de caráter difamatório àqueles que professam o Evangelho."

ASSIM PENSO:   Tal peça é uma exaltação à intolerância religiosa que setores do comunista pt,tem,e sentem  por nós. Tal peça é um "espetáculo"  incitando ódio contra nós de forma subliminar.Ódio esse,certamente também patrocinado pela LEI ROUBANET.

Nenhum comentário:

Postar um comentário