quarta-feira, 20 de abril de 2016

FELICIANO ESTÁ AMEAÇADO DE MORTE APÓS IMPEACHMENT





 Marco Feliciano (PSC-SP) e família vem sofrendo ameaças de manifestantes pró Dilma,após a sua performance em prol do impeachment dela.Feliciano falou que além das ameaças contra ele,tem ameaças de estupro contra  suas filhas.Fizeram o q fizeram quando ele esteve à frente da COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS,se ñ é Deus na vida dele o teriam destruído.O pt traiu Marco Feliciano,quando após terem  o apoio dele em campanhas passadas,começaram a investir contra a igreja,contra a família,com medidas q atentavam contra nossa liberdade de culto, de opinião, de escolha,etc.   Mensagens de texto foram enviadas a ele com ameaças para um número que é para uso dele como parlamentar,um número privado.   Em rede social Marco Feliciano escreveu:

“Começou a patrulhagem dos petralhas e seus puxadinhos, ‘companheiros sociais’ com aquele monte de siglas, MST, CUT, LGBTT, e tutti quanti. Desde ontem, após a votação e aprovação da denúncia do impeachment, e meu SIM, meu nº de celular, WhatsApp, foi passado para esses grupos. Os deputados esquerdistas têm acesso fácil aos nossos números parlamentares e ‘vazaram’ meu número pra estes delinquentes e bandidos. Estou recebendo ameaças de linchamento e de morte. Nas mensagens, entre fotos pornográficas e memes, ainda ameaçam estuprar minhas filhas. Assim agem os que dizem lutar pela democracia e chamam o impeachment de golpe. São fascistas e canalhas, comunas que não aceitam perder o poder. Não me intimidarão. Chegou o fim da era das trevas provocada por este partido falido. Vamos até o fim. Impeachment já”, POSTOU ele em  rede social.
A senadora Ana Amélia (PP-RS) em discurso  semana passada, denunciou que recebeu ameaças de morte e perseguição  número privado.    Ela prossegue:
“Mesmo que tenhamos posições muito divergentes, não há como se praticar a democracia na selvageria, na base do confronto físico, do derramamento de sangue. Os líderes dos movimentos pró e contra o impeachment precisam orientar suas bases para que haja uma manifestação pacífica e ordeira, pois é isso o que a sociedade brasileira espera”

Nenhum comentário:

Postar um comentário